Prezados internautas, informamos que, devido à Lei Eleitoral nº 9.504 do Tribunal Superior Eleitoral, , o nosso portal www.canalminassaude.com.br teve seu conteúdo e formato adaptado bem como outros espaços virtuais. Para seguir a determinação legal, alguns conteúdos foram temporariamente suprimidos e o layout reformulado. Todos os espaços virtuais do Canal Minas Saúde, incluindo as redes sociais, blog, vídeo, notícias e educação à distância voltam ao padrão após as eleições e a autorização do Tribunal Regional Eleitoral do Estado de Minas Gerais.

Curso

Farmacovigilância

 

 

*** Inscrições encerradas ***

Clique aqui para acessar o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA)

 

Apresentação:
Sabemos que antes de um medicamento ser comercializado, inúmeras informações sobre possíveis reações adversas (RA) são coletadas, mas não são suficientes para garantir a total segurança do produto, como por exemplo, informações sobre RA raras, graves, uso em grupos especiais (crianças, idosos, mulheres grávidas) ou interações medicamentosas são, frequentemente, incompletas ou não disponíveis. Com a farmacovigilância (FVG) é possível identificar esses e outros riscos, após a entrada do medicamento no mercado, e intervir oportunamente, protegendo a população de possíveis danos causados pelo uso do produto.

Uma das grandes dificuldades encontradas pelos detentores de registro de medicamentos (DRM) é a falta de notificação de possíveis RA de seus produtos pelos usuários e principalmente de profissionais de saúde que atuam diretamente em contato com o medicamento. Esta falta de notificação de possíveis RA deve-se a uma série de fatores como falta de conhecimento do fluxo de notificações de RA, identificação de RA, diferenciação de RA de evento adverso (EA), qual a participação do profissional de saúde no fluxo de notificação de EA e de como instruir o paciente que utiliza medicamento em notificar EA e RA.

Nesse contexto, faz se necessário promover o curso de Farmacovigilância para situar os profissionais envolvidos na FVG, que é o acompanhamento da ação dos medicamentos que já estão no mercado, por meio da identificação, avaliação e prevenção de efeitos adversos ou qualquer problema possível relacionado com os mesmos.

 

Objetivo Geral:
Fornecer aos profissionais de saúde de municípios e do estado conhecimentos sobre a FVG proporcionando a compreensão e aplicação dos elementos que fundamentam os métodos de trabalho, suas limitações e a avaliação dos resultados obtidos.

 

Público:
• Profissionais dos Hospitais Sentinelas participantes do projeto de Farmacovigilância da Funed;
• Profissionais das Secretarias Municipais de Saúde e da Secretaria de Estado da Saúde;
• Servidores da Fundação Ezequiel Dias (FUNED);
• Profissionais de saúde de farmácias municipais e estadual, de unidades básicas, centros de especialidades, hospitais e outras unidades de saúde dos municípios e do estado.  

 

Metodologia do curso:
O curso será oferecido na modalidade a distância, na plataforma Moodle, utilizando a integração de multimídia da TV e da WEB.
 

 

Contatos: Núcleo de Educação a Distância: (31)3235-5931 / 3235-5932 ou nead@canalminassaude.com.br